Olhar Jurídico

Segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Notícias / Criminal

Proposta de delação atribuída a Riva revela propina paga por duas construtoras ligadas a ex-prefeito

Da Redação - Arthur Santos da Silva

08 Out 2019 - 08:05

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Proposta de delação atribuída a Riva revela propina paga por duas construtoras ligadas a ex-prefeito
Trecho de proposta de colaboração premiada atribuída ao ex-deputado estadual José Riva afirma que as empresas Eldorado Construções e Obras de Terraplanagem Ltda e a empresa Tirante Construtora e Consultoria Ltda pagaram propina na Assembleia Legislativa (ALMT).

Leia também 
Riva detalha pagamento de até R$ 10 milhões em cada eleição da Mesa; retrospectiva

 
Conforme o documento enviado ao Olhar Direto, a Eldorado Construções e Obras de Terraplanagem construiu a sede da ALMT no Centro Político Administrativo.

A Tirante Construtora, ainda segundo documento, construiu o estacionamento da Casa de Leis, a reforma e ampliação dos gabinetes dos Deputados, parte da alvenaria do Teatro, o depósito da Secretaria de Patrimônio, a Casa de TV e de Gerador, bem como o reservatório de águas pluviais.
 
“Sendo assim, a propina paga pelas empresas Eldorado e Tirante, foram utilizadas para financiar a propina dos Deputados Estaduais, eleições de mesa diretora, bem como das campanhas eleitorais dos membros da Casa”, afirma trecho do documento.
 
Ainda conforme proposta de colaboração atribuída ao ex-deputado, o esquema de propina que envolvia ambas as empresas era efetuado exclusivamente por Riva diretamente com Anildo Lima Barros, representante legal das empresas Tirante e Eldorado e ex-prefeito de Cuiabá.
 
No fim de 2018 o Ministério Público denunciou o deputado estadual Romoaldo Júnior (MDB) e o ex-parlamentar Mauro Savi (DEM) por fraude estimada em R$ 16,6 milhões, resultado de superfaturamento na execução de obra licitada junto para construção do estacionamento nas dependências da Assembleia Legislativa.

Outro lado

A reportagem não conseguiu contato com Anildo Lima Barros, representante legal das empresas Tirante e Eldorado e ex-prefeito de Cuiabá, até a publicação desta matéria. O espaço para manifestação segue aberto. 

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • José
    08 Out 2019 às 10:50

    Isso tudo não vai contar nos anais da história de mato grosso porque o que iram falar os nossos netos

  • nelson
    08 Out 2019 às 09:09

    Percebemos que as moscas estão sempre neles, elas estão viciadas

  • Essa Familia Riva está em todas!!
    08 Out 2019 às 08:21

    Só santo e trabalhador que se dedica ao Povo.

Sitevip Internet