Olhar Jurídico

Terça-feira, 18 de junho de 2024

Notícias | Civil

PEDIRAM R$200 DE CASAL

Policiais condenados por cobrarem propina após acidente terão que devolver R$ 230 mil ao Estado de MT

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Policiais condenados por cobrarem propina após acidente terão que devolver R$ 230 mil ao Estado de MT
O juiz Bruno D’Oliveira Marques determinou que os policiais civis Sivaldo de Souza e Dorothy Rodrigues da Luz paguem R$ 230 mil ao Estado de Mato Grosso, após serem condenados por cobrarem propina de R$ 200 de um casal que se acidentou na Fernando Correa, em 2013. Decisão foi proferida nesta quinta-feira (24).


Leia mais: 
Tribunal de MT envia à Justiça Federal itens apreendidos em operação contra Emanuel Pinheiro; veja lista


O magistrado homologou os cálculos apresentados pelo Ministério Público e julgou liquidado o título judicial cobrado, determinando que Sivaldo pague R$ 113.698,63 e Dorothy R$ 117.109,46.

O pagamento deverá ser feito no âmbito da ação proveniente de inquérito oriundo da prisão em flagrante dos dois. No dia 8 de fevereiro de 2013 ocorreu acidente de trânsito na Avenida Fernando Correa da Costa, em Cuiabá, envolvendo um Voyage e uma Honda Biz, conduzida por Claudenice Xavier, de 18 anos, com seu namorado na garupa, Diogo da Cruz.

Dorothy e Sivaldo eram lotados na Delegacia de Trânsito e, após atenderem o acidente, foram até o Pronto Socorro acompanhar o casal. No local, identificaram os ocupantes da moto e apreenderam a CNH provisória da condutora.

Após os procedimentos habituais, os policiais solicitaram do casal R$200 para que a carteira fosse devolvida. Ocorre que a cobrança de propina foi prontamente comunicada pelos dois ao Delegado de Polícia e Corregedor Auxiliar, dr Demerval de Resende, que, junto com agentes policiais, se dirigiu até onde a vantagem seria entregue.

Lá, os dois policiais receberam voz de prisão no exato momento que receberiam os R$200 que haviam cobrado. Eles foram autuados em flagrante por corrupção passiva e, posteriormente condenados por improbidade.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet