Olhar Jurídico

Quinta-feira, 15 de abril de 2021

Notícias / Civil

entenda mudanças

Várzea Grande acata notificação do MPE e reajusta normas sobre igrejas e supermercados

Da Redação - Arthur Santos da Silva

04 Mar 2021 - 14:37

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Várzea Grande acata notificação do MPE e reajusta normas sobre igrejas e supermercados
Em resposta à notificação encaminhada pelo Ministério Público de Mato Grosso (MPE), a Procuradoria-Geral do Município de Várzea Grande informou que realizará a edição do Decreto 22/2021, que trata das medidas restritivas para prevenção à Covid-19. A administração municipal decidiu pela uniformização das normas de restrição que estão estabelecidas no Decreto Estadual, conforme recomendado pelo MPE.

Leia também
Sindicato pede flexibilização de decreto para professores gravarem aulas até as 22 horas


Na Cidade Industrial, o decreto permitia o funcionamento dos supermercados e mercados nos sábados até as 19 horas, e não como o Estado, que determinou o fechamento após 12h.
 
Várzea Grande também permitiu que as igrejas e templos pudessem funcionar até as 20 horas, ou seja, uma hora antes de iniciar o toque de recolher, que vai das 21 horas até as 5 horas da manhã do dia subsequente. A lotação máxima definida foi 50% da capacidade total do local.
 
Decreto Estadual, porém, prevê que eventos sociais, corporativos, empresariais, técnicos e científicos, igrejas, templos e congêneres, cinemas, museus, teatros e a prática de esportes coletivos são permitidos com no máximo 50 pessoas por evento, respeitado o limite de 30% da capacidade máxima do local.
 
Em relação às atividades de cunho religioso o Decreto Estadual é mais restritivo, por limitar o horário de funcionamento aos sábados e, ainda, determinar o limite máximo de 30% da capacidade do loca.
 
Decisão recente
 
O desembargador Orlando Perri, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), determinou que a Prefeitura de Cuiabá, vizinha a VG, cumpra o decreto do Governo do Estado que determinou medidas restritivas para frear o contágio da covid-19.

A decisão, de quarta-feira (3), em ação movida pelo Ministério Público Estadual, determina, de segunda à sexta, proibição de todas as atividades econômicas das 19h às 5h.
 
Aos sábados e domingos, a proibição será após o meio-dia. A exceção fica por conta das farmácias, serviços de saúde, funerárias, postos de gasolina (exceto conveniências), indústrias, transporte de alimentos e grãos, e serviços de manutenção de atividades essenciais, como água, energia e telefone.
 
Além do fechamento do comércio em geral, está em vigência toque de recolher a partir das 21h até as 5h, com proibição de circulação.

 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet