Olhar Jurídico

Terça-feira, 15 de outubro de 2019

Notícias / Civil

TJ determina despejo do Getúlio Grill por aluguel atrasado em mais de R$ 500 mil

Da Redação - Thaís Fávaro

04 Set 2019 - 18:53

Foto: Reprodução

TJ determina despejo do Getúlio Grill por aluguel atrasado em mais de R$ 500 mil
A 3ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de Mato Grosso determinou na tarde desta quarta-feira (04) o despejo imediato do restaurante Getúlio Grill do prédio no qual funciona, na Avenida Getúlio Vargas, em Cuiabá. A ação se deu após o proprietário protocolar na justiça o não recebimento do aluguel há nove meses. A dívida já ultrapassa R$ 500 mil. O restaurante entrou com recurso e aguarda decisão para um acordo amigável com o proprietário do imóvel.
 
Leia mais
MPE processa Odontólogos 'fantasmas' e pede bloqueios de até R$ 1 milhão 
 
A decisão do desembargador Dirceu dos Santos, relator do agravo de instrumento, foi acompanhada dos desembargadores Antônia Siqueira e José Zuquim. O pedido de despejo imediato considera além dos aluguéis não pagos desde dezembro de 2018 (sendo uma parte de novembro), a não contratação do seguro obrigatório do imóvel; a falta de quitação devidamente os débitos de IPTU dos anos de 2015 a 2019; e o não recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte dos aluguéis que foram pagos.

“O senhor Paulo é um homem idoso, de 94 anos, muito doente, com onerosas despesas médicas. Ele e a esposa têm apenas uma pequena aposentadoria de R$ 2 mil. É com o dinheiro do aluguel, que não recebem há nove meses, que pagam plano de saúde, medicamentos, cuidadores", explica Leonardo Silva Cruz, advogado do proprietário do imóvel.

Para o advogado, a decisão corresponde à expectativa que a sociedade tem da Justiça. “Mais uma vez a justiça mato-grossense confirmou o que os índices de produtividade do CNJ já indicavam, entregando a tutela jurisdicional buscada pelos proprietários do imóvel,  de forma eficiente, justa e rápida, atendendo à ordem preferencial de tramitação do estatuto do idoso e do CPC-15”, concluiu.

Em nota, o restaurante Getúlio Grill afirma que a direção do restaurante entrou com recurso e aguarda o andamento do processo para um acordo amigável.

Veja nota na íntegra;

NOTA

 
O Escritório Mestre Medeiros - Advogados Associados, por meio do advogado Marco Aurélio Mestre Medeiros, representante legal da empresa, informa que a direção do Restaurante Getúlio Grill aguarda o andamento do referido processo na justiça e continua à disposição para o estabelecimento de um acordo amigável. A empresa ainda não teve acesso ao conteúdo da decisão. Todavia, a defesa informa que será apresentado recurso específico, assim que tiver conhecimento do teor da decisão judicial.
Assessoria de Imprensa - Mestre Medeiros - Advogados Associados

11 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Adriana
    05 Set 2019 às 13:03

    Independente das necessidades do proprietário, não se pode dar calote em ninguém.

  • cuiabano
    05 Set 2019 às 07:40

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Jr
    05 Set 2019 às 06:12

    Acredito que a maioria que frequenta esse local, pede alguma bebida e fica horas para consumir.. estão ali mais por status.. dessa forma o proprietário não consegue pagar a conta.. Bora consumir "preiboizada".. peçam ao papai pra aumentar a mesada..

  • Roberto
    04 Set 2019 às 23:39

    Picaretas... Não pagam o aluguel, deixam o imóvel acumular dividas e ainda não querem desocupar... Nossa lei é muito branda..

  • Vidal
    04 Set 2019 às 22:35

    O dono do imóvel vive com 2 mil sem o tal aluguel ? Uma esquina daquela em Cuiabá e o dono tem apenas 2 mil de renda fora o aluguel ? Advogado tem hora por conta do dinheiro fala cada besteira, com coisa que se o Getúlio desocupar de imediato o imóvel já estará locado a outra empresa.... eita Cuiabá veia .... Emorroida, Dinheiro e Amante, ninguém diz ter a ninguém... vida que segue agora Afonsinho toma um vinho mais baratinho fim de semana, manera, quem sabe vc da conta de manter essa linda casa, se a não a mais linda de nossa cidade

  • Feliciano
    04 Set 2019 às 21:41

    Aluguelzinho caro este, quase 60 mil por mês!

  • Carla Silva
    04 Set 2019 às 21:32

    Como alguém se apropria de um imóvel e prejudica dessa forma um idoso e ainda quer acordo???? Tá bom!!!! Se eu for lá e me fartar de comida e bebida posso esperar um acordo p pagar a conta? Ah vamos parar de frequentar esses usurpadores de idosos!

  • Luiz Keller
    04 Set 2019 às 20:45

    Sou economista. Poupem. Crise financeira terrível. Cortem TV paga. Tirem filhos de escola particulares e invistam em plano de saúde, pois SUS vai piorar. Não gastem em restaurantes. Façam comida em casa.

  • Cidadão de bem
    04 Set 2019 às 20:33

    É as calotogem estão em grandes evidências em Cuiabá a poucos dias foi a Ricardo eletro, uma loja de roupas no shopping goiabeiras agora o Getúlio. Tenso

  • Jos
    04 Set 2019 às 20:09

    Que coisa feia heim, faz uma vaquinha com a high society quem sabe consegue alguns trocados pra pagar.

Sitevip Internet