Olhar Jurídico

Sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Notícias / Trabalhista

MPE recebe denúncia contra vereadores e irá analisar abertura de inquérito

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

28 Mar 2018 - 18:44

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

MPE recebe denúncia contra vereadores e irá analisar abertura de inquérito
A promotora de Justiça Audrey Thomaz Ility, do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, irá analisar se o Ministério Público Estadual (MPE) vai investigar as denúncias de existência de dois funcionários fantasmas nos gabinetes dos vereadores Marcelo Bussiki (PSB) e Diego Guimarães (PP) feitas em um programa de TV nas últimas semanas.

Leia também
Ong nega ter feito denúncia contra Bussiki e afirma que email encaminhado a prefeito é falso


Segundo informações passadas pela assessoria de imprensa do MPE, a promotora foi sorteada para analisar o caso e é ela que vai decidir se abrirá ou não inquérito contra os dois parlamentares.

Bussiki, presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) foi o primeiro denunciado. Conforme a reportagem do programa Pop Show da TV Cidade Verde (Band), o vereador tem em seu quadro de funcionários em seu gabinete a aposentada Noíze Pereira da Silva, mãe de seu amigo, o ex-ouvidor da prefeitura, Jaíro Pereira Rocha. A idosa é apontada como servidora fantasma.

Já Diego Guimarães foi acusado pelo mesmo programa de TV de empregar Marta Piovezan, mãe do vereador de Acorizal Rafael Piovezan, e que também nunca aparece no gabinete para trabalhar, conforme a denúncia. Guimarães é um dos vereadores que mais cobram os trabalhos da CPI que investiga o prefeito.

Em nota, Bussiki e Guimarães negaram as acusações e relacionaram as denúncias como contra-ataques ao posicionamento de ambos em relação a CPI, que investiga o prefeito por suposta quebra de decoro, por ele ter sido acusado, inclusive com imagens, de ter recebido propina do ex-governador Silval Barbosa enquanto deputado.

O prefeito Emanuel Pinheiro chegou a enviar um ofício ao presidente da Câmara, Justino Malheiros (PV) dizendo já ter encaminado o caso para a corregedoria do município por envolver o ouvidor Jaíro Pereira, exonerado na semana passada.

Os dois vereadores terão prazos de uma semana para prepararem suas defesa na C&a

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • marcelao
    29 Mar 2018 às 09:01

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Juca Pirama
    29 Mar 2018 às 08:34

    É preciso investigar e punir todos os vícios que possam existir tanto na câmara, quanto na prefeitura, principalmente se existirem indícios de funcionários fantasmas e parentes de autoridades acusados de serem beneficiados por nepotismo cruzado, investigando não só quem é contra o prefeito e o presidente da câmara, mas todos os envolvidos na administração pública.

  • Critico
    29 Mar 2018 às 00:24

    Isso cheira retalhacoes. Será que os demais vereadores da casa de horrores não usam do mesmo método? Quem tem telhado de vidro não atira pedra no do vizinho.

  • Jorge
    28 Mar 2018 às 21:25

    Esses vereadores já são fantasmas...só aparece na tribuna com discurso fácil.

  • Alessandra
    28 Mar 2018 às 20:45

    O que me intriga é ver que esse tipo de "denuncia" veio de forma "anônima", e direcionada a dois membros cruciais na CPI do Paletó. Coincidência? Penso que não! O que me surpreende é que algo tão claramente orquestrado para atacar aqueles que estão lutando por uma investigação real quanto a conduta do prefeito dessa cidade, receba um espaço como esse. Lembrando que o Ministro do STF não compartilhou ainda provas com a CPI do Paletó em razão de novas operações da PF. Guardem seus paletós porque esses, sim, foram filmados rastejando na antesala do Silval por maços de dinheiro

Sitevip Internet