Olhar Jurídico

Sábado, 04 de dezembro de 2021

Notícias | Administrativo

VENDA DE SENTENÇAS

Divulgação de denúncias contra magistrados do TRT-MT violentou “integridade” e “honra”, afirma associação

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Divulgação de denúncias contra magistrados do TRT-MT violentou “integridade” e “honra”, afirma associação
A Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 23ª Região (AMATRA/23) considerou a divulgação da denúncia, por suposta venda de sentenças, realizadas contra os juízes Paulo Roberto Brescovici, Nicanor Fávero e Emanuele Pessati, do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT/MT), como uma violação da integridade e da independência dos magistrados. O posicionamento foi exposto por meio de nota, nesta quarta-feira (30).

Leia mais:
Juiz nega absolvição de Eder e Martelli em suposto esquema de R$ 192 milhões investigado na Ararath


Conforme nota, todas as notícias divulgadas forneceram uma “versão unilateral” sobre os fatos, abarcando apenas à visão da parte que viu suas pretensões rejeitadas pelos juízes. Assim, o procedimento teria sido utilizado para “atacar extraprocessualmente a honra e a imagem dos magistrados que atuaram corretamente”.

A ministra Nancy Andrighi, corregedora nacional de Justiça, determinou a abertura de investigação contra os juízes. Os procedimentos de análise da conduta dos magistrados já foram abertos e estão sob sigilo. Ainda segunda a nota, a corregedoria do TRT arquivou o procedimento.

Leia o documento clicando aqui.



Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet