Olhar Jurídico

Sábado, 20 de abril de 2024

Notícias | Política de Classe

Reviravolta

TRE derruba chapa de Wellington Fagundes por problemas em prestação de contas do 1º suplente

Foto: Lucas Bólico - OD

TRE derruba chapa de Wellington Fagundes por problemas em prestação de contas do 1º suplente
O líder de todas as pesquisas de intenção de votos para a vaga no Senado por Mato Grosso Wellington Fagundes (PR) teve sua chapa indeferida por unanimidade pelo pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) devido a problemas nas prestações de contas do seu primeiro suplente, José Carlos Ramalho da Silva (PR).

Leia mais: Justiça suspende pesquisa da KGM suspeita de beneficiar Zeca Viana

Como a chapa é avaliada como um todo, apesar do titular e do segundo suplente, Manuel Motta (PC do B), terem seus registros deferidos, o problema com José Ramalho afeta o candidato Wellington Fagundes, que fica impugnado “por tabela”. A defesa ainda pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral para reverter a decisão.

Segundo informações do TRE, a relatora do caso, desembargadora Maria Helena Povoas, acolheu os argumentos do Ministério Público Eleitoral de que o primeiro suplente não apresentou sua prestação de contas de sua candidatura a deputado federal em 2010 e por isso deveria ter seu registro indeferido.

Wellington assumiu a dianteira na disputa eleitoral pela vaga ao Senado após a desistência de Jaime Campos (DEM) à reeleição. Antes, os dois estavam em uma disputa acirrada lideram pelo democrata. A impugnação de Wellington pode significar uma nova reviravolta na disputa em Mato Grosso por uma cadeira na mais alta Casa de Legislação do país.

A assessoria de Fagundes informou que a coordenação jurídica ainda não foi notificada e buscará mais detalhes sobre a decisão para então tomar as medidas cabíveis. Mais tarde, o candidato deverá se pronunciar oficialmente através de nota à imprensa.

Confira abaixo a íntegra da nota de esclarecimento encaminhada pela assessoria jurídica do candidato Wellington Fagundes:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A assessoria jurídica do candidato ao Senado pela coligação “Amor a Nossa Gente” esclarece que:

1. A decisão proferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), nesta terça-feira (19), de indeferimento da chapa ao Senado Federal, reconhece ainda que Wellington Fagundes está apto a concorrer ao cargo de senador, bem como Manoel Motta está apto a concorrer à segunda suplência.

2. Contudo, por ser uma chapa indivisível, ou seja, única, a decisão se fez de forma global. Neste sentido, a coligação “Amor a Nossa Gente” informa que tomará as medidas políticas e jurídicas cabíveis.

3. Na certeza de continuar o trabalhando rumo à vitória, informamos que Wellington Fagundes continuará suas atividades de campanha normalmente.



Assessoria Jurídica do candidato ao Senado Wellington Fagundes

Atualizada às 10h39 e às 13h31
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet