Olhar Jurídico

Sábado, 21 de maio de 2022

Notícias | Empresarial

APÓS RECUSA

Juiz Flávio Miráglia nomeia novo administrador na recuperação judicial do Grupo Bipar

Foto: Reprodução

Juiz Flávio Miráglia nomeia novo administrador na recuperação judicial do Grupo Bipar
O magistrado Flávio Miráglia, da Primeira Vara Cível de Cuiabá, nomeou, nesta sexta-feira (09) o advogado Antonio Luiz Ferreira da Silva como o novo administrador judicial na ação de recuperação Grupo Bipar, do qual faz parte a Bimetal Indústria Metalúrgica Ltda e outras três empresas, endividado em cerca de R$ 100 milhões. O desembargador aposentado Mauro José Pereira havia recusado nomeação, no dia 7 de outubro.

Leia mais:
Juíza revoga delação premiada e passa a considerar empresário como vítima de Silval


Miráglia deferiu o pedido de recuperação no dia 5 de outubro. Na decisão, foram determinadas blindagem e suspensão das ações de cobrança contra grupo. O plano para retomada econômica deve ser apresentado em 60 dias. A recusa de Pereira não foi justificada nos autos.

Conforme a ação, a intenção é preservar os postos de empregos diretos e saldar uma dívida de cerca R$ 100 milhões com fornecedores, bancos e outros, além de seguir com a execução de mais de R$ 200 milhões em contratos. Uma das causas da crise seria a exposição política do fundador do grupo, o atual prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, especialmente depois da sua inclusão na investigação denominada Ararath.

Ainda segundo os autos, para ilustrar o momento ruim, o requerente afirma que o grupo concretizou um faturamento, em 2014, de R$ 321,7 milhões, quando a previsão era de R$ 440 milhões, fechando o ano com prejuízo contábil e financeiro, levando as empresas a tomarem ações como devolução de obras e redução de custos.

Cumprindo o plano de recuperação, os credores terão o prazo de trinta dias para manifestarem a sua objeção ao projeto da devedora.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet