Olhar Jurídico

Quinta-feira, 23 de maio de 2024

Notícias | Criminal

alvo da PF

Acusada de liderar garimpo, Rainha do Sararé seguirá monitorada por tornozeleira eletrônica

Foto: Reprodução

Acusada de liderar garimpo, Rainha do Sararé seguirá monitorada por tornozeleira eletrônica
A ministra Daniela Teixeira, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou revogar medidas cautelares diversas da prisão impostas a Marlene de Jesus Araujo, conhecida como Rainha do Sararé e acusada de liderar esquema de garimpo ilegal em Mato Grosso.


Leia também
CNJ decreta sigilo em representação do MPE contra juiz por suposta conduta irregular no caso Zampieri

 
Conforme apurado pelo Olhar Jurídico, Marlene está sujeita à proibição de ausentar-se da Comarca de sua residência sem autorização judicial e ainda é monitorada por tornozeleira eletrônica.  
 
A Polícia Federal deflagrou em 2022 a operação "Rainha do Sararé”, na cidade de Pontes e Lacerda. Associação criminosa seria um grupo familiar originário do estado de Rondônia, que ia ao estado de Mato Grosso para comandar a extração ilegal de ouro na Terra Indígena Sararé.
 
Envolvidos financiavam a prática do garimpo ilegal de ouro por meio da utilização de maquinários e recrutamento de pessoas. Também comercializavam ouro sem autorização legal e associaram-se com o fim de extrair e comercializar o ouro.
 
O nome da Operação faz referência justamente à suposta líder da associação criminosa, Marlene de Jesus Araujo.
 
Ao decidir sobre o pedido, o Tribunal de origem concluiu que, em razão da posição desempenhada pela investigada, remanesciam os requisitos necessários à manutenção das cautelares diversas da prisão que lhe foram impostas.
 
“Assim, para superar as conclusões alcançadas na origem e chegar às pretensões apresentadas pela parte, seria imprescindível a reanálise do acervo fático-probatório, o que impede a atuação excepcional desta Corte, sobretudo na estreita via do recurso em habeas corpus. Pelo exposto, nego provimento ao recurso em habeas corpus”, decidiu a magistrada.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet