Olhar Jurídico

Sexta-feira, 21 de junho de 2024

Notícias | Criminal

ESTELIONATO

Trio que roubou e espancou vítima até a morte é condenado a 93 anos

Foto: Reprodução

Trio que roubou e espancou vítima até a morte é condenado a 93 anos
Trio que espancou e matou Ionilson Pereira Bispo, com intuito de rouba-lo, foi condenado a 93 anos de reclusão, pelo crime de latrocínio, ocorrido em Alto Garças. Carlos Antônio dos Santos Santana, Leonardo de Jesus Souza Vasconcelos e Estefani Meirieli Delgado Farias foram condenados pelo Tribunal do Júri a 31 anos, um mês e 10 dias de reclusão cada um, além do pagamento de 14 dias-multa.


Leia mais: Afastado por ser sócio de mineradora e hotel, juiz alvo do CNJ tem data para ser interrogado

Conforme a denúncia do Ministério Público de Mato Grosso, o crime aconteceu em fevereiro de 2022, no Parque Municipal da cidade. Com intuito de roubarem a vítima, eles a espancaram até a morte, conforme denúncia do promotor de Justiça Elton Oliveira Amaral.

Estefani namorou Ionilson e, ao decidir dar um fim no relacionamento, ele não aceitou e passou a fazer chantagens, a ameaçando em viralizar vídeos íntimos dela caso não reatasse.

Ela então confidenciou para Leonardo que estava sendo chantageada e pediu ajuda para obter o celular de Ionilson e apagar as imagens. Ele aceitou a empreitada e disse que convidaria Carlos Antônio para executarem o plano juntos. 

Estefani ficou responsável por entrar em contato com a vítima e atraí-la para o local de encontro. No dia dos fatos, ao ir até o ponto combinado, Ionilson foi surpreendido por Leonardo e Carlos, que iniciaram a “brutal sessão de espancamento” com o intuito de subtrair o celular em questão. A vítima morreu de tanto apanhar. 

Na sentença, ao julgar procedente a pretensão punitiva externada na denúncia, o juízo da Vara Única de Alto Garças consignou que “a morte da vítima ocorreu para a consumação do roubo” e frisou que “há, ao menos, dolo eventual em relação ao resultado, pois foram desferidos golpes violentos na região da cabeça, nuca e face da vítima, ou seja, o acusado assumiu o risco de provocar o resultado morte”. 

(Com assessoria)
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet