Olhar Jurídico

Terça-feira, 18 de junho de 2024

Notícias | Criminal

ALTER EGO

Juiz mantém prisão de três membros do CV detidos em megaoperação contra o tráfico em MT

Foto: PJC/MT

Juiz mantém prisão de três membros do CV detidos em megaoperação contra o tráfico em MT
O juiz Jean Garcia de Freitas Bezerra, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, manteve a prisão de três membros do Comando Vermelho detidos na Operação Retomada – Alter Ego, pelo crime de organização criminosa. Operação foi deflagrada pela Polícia Civil para cumprimento de 244 ordens judiciais, contra a facção, envolvida em tráfico de drogas, furtos, roubos e homicídios em Mato Grosso. Decisão é desta terça-feira (23).


Leia mais: 
Juiz entende que 'vulgos' não são provas e manda soltar supostos membros do Comando Vermelho

 
Kaue dos Santos Farias pediu a revogação da prisão. Paulo Rogério Bonfim sustentou que está preso por conta de um único depósito bancário, e que possui origem lícita. Por fim, Natália Brito Borges postulou necessidade da revisão da detenção após provas produzidas em audiência.
 
O magistrado apontou que os três foram acusados de integrar organização criminosa do Comando Vermelho, o que caracteriza delito de natureza permanente, acarretando na impossibilidade de revogar as respectivas prisões, uma vez que as detenções se justificam para interromper as ações da facção e reiteração delitiva.

Ademais disso, Jean Garcia lembrou que Kaue possui histórico infracional por tráfico, Paulo já foi condenado pelo mesmo crime e Natália já foi detida, também pela traficância, inclusive no âmbito da operação e em outras ações penais pelo mesmo delito.
 
“Fatores que, aliados à todos os outros já explicitados exaustivamente por este Juízo, reforçam a necessidade da prisão preventiva”, decidiu o juiz.

Eles foram acusados de integrar o Comando Vermelho no município de Primavera do Leste (231 km ao Sul), sob liderança de Leandro Miranda dos Santos, que dava ordens e orientações para fomentar economicamente as ações da facção.

A operação foi deflagrada em dezembro de 2022, pela Polícia Judiciária Civil. “Alter Ego”, cumpriu 56 dos 100 mandados de prisão durante ação. O delegado regional de Primavera do Leste, Carlos Roberto Moreira, explicou que os investigados fazem parte da facção, envolvida com tráfico, furtos, roubos e homicídios. 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet