Olhar Jurídico

Segunda-feira, 20 de maio de 2024

Notícias | Criminal

AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA

Juiz mantém prisão de latrocida que confessou ter matado três motoristas de aplicativo em VG

Foto: Olhar Direto

Juiz mantém prisão de latrocida que confessou ter matado três motoristas de aplicativo em VG
Latrocida confesso de três motoristas de aplicativo, Lucas Ferreira da Silva, de 20 anos, teve sua prisão em flagrante convertida em preventiva, após passar por audiência de custódia nesta terça-feira (16), na 5ª Vara Criminal de Várzea Grande. Ele foi autuado por ocultação de cadáver, corrupção de menores e latrocínio.


Leia mais: Corpo do terceiro motorista de aplicativo executado por criminosos é encontrado

Após corromper dois adolescentes para lhe ajudar na empreitada criminosa, Lucas orquestrou o latrocínio que ceifou a vida de Márcio Rogério Carneiro, de 34 anos, Elizeu Rosa Coelho, 50, e Nilson Nogueira, de 42.

Após roubá-los e mata-los, os três esconderam os seus corpos por Várzea Grande. O cadáver dos três foram localizados pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O corpo de Márcio foi encontrado na região do Chapéu do Sol e de Elizeu e Nilson foram localizados em um lixão próximo ao bairro Capão do Pequi.

Eles desapareceram no sábado (13) após aceitarem corridas. Com ajuda de imagens de câmeras de segurança, os policiais encontraram os carros usados e os suspeitos.

Interpelado pelo Olhar Direto na saída da unidade policial sobre a autoria do crime, Lucas se calou. Para o delegado que conduz as investigações, Olímpio da Cunha Fernandes Júnior, Lucas agiu de forma covarde e, por isso, representou pela decretação de sua prisão preventiva, pois caso fosse colocado em liberdade, poderia continuar a sanha assassina até conseguir o dinheiro que lhe satisfaria. 

Na audiência de custódia, o juiz Abel Balbino Guimarães converteu a prisão em flagrante em preventiva para garantia da ordem pública e aplicação da lei penal. Ele escreveu em sua decisão que medidas cautelares diversas da prisão são insuficientes.
 
 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet