Olhar Jurídico

Segunda-feira, 20 de maio de 2024

Notícias | Criminal

COM CAUTELARES

Justiça solta mulher que transou na frente do filho, agrediu criança e usou maquiagem para esconder lesões

Foto: Reprodução

Justiça solta mulher que transou na frente do filho, agrediu criança e usou maquiagem para esconder lesões
O juiz Victor Lima Pinto Coelho, da Vara Única de Vera, concedeu liberdade a Raisa Vaz dos Santos, de 19 anos, que foi presa após transar na frente dos filhos, agredir uma criança e passar maquiagem para esconder as lesões, na noite de segunda-feira (8), no município. A decisão é desta terça-feira (9). 


Leia mais
Print mostra tratativa de esposa de 'WT' para a compra de apartamento de luxo em região nobre de Cuiabá


A jovem foi liberada mediante imposição de medidas cautelares, entre elas a comprovação de residência fixa e labor lícito, no prazo de 30 (trinta) dias; comparecimento mensal em juízo, para informar e justificar atividades; manutenção do endereço atualizado no processo; não se ausentar da Comarca sem prévia autorização judicial; comparecimento a todos os atos processuais solicitados, salvo se previamente justificar a ausência; proibição de se envolver com a prática de crime ou contravenção penal.

Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), o caso segue em segredo de justiça por envolver menores de idade e, por isso, mais detalhes não foram repassados pelo órgão.

Como noticiado pelo Olhar Direto, a Polícia Militar foi acionada para atender uma solicitação de maus-tratos e abandono contra duas crianças, sendo uma menina de um ano e um menino de três. Quando chegaram ao portão da residência, os agentes se depararam com a suspeita transando com um rapaz, na frente de um dos menores. Ao notar a presença da PM, o casal interrompeu o ato.

Questionada sobre onde estaria o bebê vítima de maus-tratos, a suspeita disse que estava no quarto. Os agentes foram ao cômodo e encontraram o local insalubre, bastante sujo e com roupas espalhadas pelo chão.

A bebê estava com a fralda suja, sendo trocada por uma policial mulher, que ainda notou que havia hematomas no rosto e perna da menina. Indagada, a mulher confessou que passava maquiagem no rosto da filha, a fim de disfarçar as lesões.

Ainda segundo a PM, as duas crianças estavam sem se alimentar. O filho de três anos apresentava sintomas de sarna e estava sem banho.

Diante dos fatos, a mulher e o homem que estava na residência foram detidos e encaminhados para a delegacia de Polícia Civil do município. A bebê de um ano foi encaminhada para uma unidade de saúde, enquanto a segunda criança ficou sob os cuidados do Conselho Tutelar. 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet