Olhar Jurídico

Segunda-feira, 20 de maio de 2024

Notícias | Criminal

REGIME FECHADO

Engenheiro envolvido na construção de túnel para fuga de presos da PCE é condenado a 8 anos de prisão

Foto: Reprodução

Engenheiro envolvido na construção de túnel para fuga de presos da PCE é condenado a 8 anos de prisão
O juiz Jean Garcia de Freitas Bezerra, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, condenou o engenheiro civil Anderson Ramos da Cruz a 8 anos e três meses de reclusão, em regime inicialmente fechado, por envolvimento na construção do túnel para fuga em massa de presos, inclusive membros do alto escalão do Comando Vermelho, da Penitenciária Central do Estado (PCE). O magistrado negou que ele possa recorrer da sentença em liberdade e o manteve preso. Sentença foi proferida no último dia 16. 


Leia mais
Tribunal de Justiça define seis novos desembargadores; confira nomes

Além de Anderson, Felipe Passos Corrello e Oziel Jorge do Nascimento também foram condenados por promover, constituir, financiar ou integrar organização criminosa e promover ou facilitar a fuga de pessoa legalmente presa ou submetida a medida de segurança detentiva.
 
Felipe foi sentenciado em seis anos e três meses e Oziel a oito anos e três meses. Ambos deverão cumprir o início da pena no regime fechado, e Jean negou-lhes o direito de recorrerem em liberdade. Jéssica Pereira de Jesus, Conrado Rego Ribeiro e Luiza Vieira da Costa foram absolvidos.
 
​Inicio das investigações

As investigações da GCCO iniciaram após localização de um túnel de 30 metros, em uma casa no bairro Pascoal Ramos, em Cuiabá, no dia 13 de setembro de 2022.
 
À época, 12 pessoas foram presas, entre elas menores de idade e uma mulher. Em continuidade às investigações, a Polícia Civil identificou outras oito pessoas envolvidas no planejamento e execução do plano de fuga frustrado.

O grupo tinha objetivo de cavar um túnel com 200 metros de extensão, para que conseguissem acessar a PCE, onde estão presos de alta periculosidade, inclusive lideranças do Comando Vermelho
 
A casa fica há duas ruas da penitenciária e a escavação já havia atingido as tubulações da rede de esgoto.

Na residência estavam armazenados dezenas de sacos de areia e outros materiais retirados do túnel que já tinha aproximadamente 30 metros.
 
 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet