Olhar Jurídico

Quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Notícias | Criminal

POSSÍVEL GOLPE DE ESTADO

Alvo da PF, Bolsonaro tem o passaporte apreendido por ordem de Moraes

Foto: Reprodução

Alvo da PF, Bolsonaro tem o passaporte apreendido por ordem de Moraes
Alvo da Operação Tempos Veritatis, deflagrada nesta quinta-feira (8) pela Polícia Federal para investigar suposta organização que teria atuado em tentativa de golpe de estado, o ex-presidente da República, Jair Bolsonaro, teve seu passaporte apreendido por decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Leia mais
Acusados planejaram matar Zampieri a marretadas em fazenda, mas ele não compareceu no dia


Segundo informado pela Agência Brasil, Moraes determinou à PF a apreensão do passaporte de Bolsonaro para que ele não saia do país, além de proferir ordens de prisão contra assessores diretos do ex-presidente, incluindo militares.
 
A operação foi deflagrada após o tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, ter fechado acordo de colaboração premiada junto a PF. O acordo foi enviado à Procuradoria-Geral Federal (PGR) e homologado pelo STF.

Nesta quinta, estão sendo cumpridos 33 mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão preventiva. Ao todo, são 48 medidas cautelares ordenadas por Moraes, incluindo a proibição de os investigados manterem contato ou se ausentarem do país. O prazo para entrega de passaportes é de 24 horas. 

As medidas judiciais estão sendo cumpridas nos seguintes estados: Amazonas, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Ceará, Espírito Santo, Paraná e Goiás, além do Distrito Federal. O Exército Brasileiro acompanha o cumprimento de alguns mandados
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet