Olhar Jurídico

Sábado, 20 de abril de 2024

Notícias | Criminal

exigiam R$ 70 MIL

Suspeitos no sequestro e extorsão de pai de prefeito têm prisões mantidas; mulher é liberada

Foto: Reprodução

Suspeitos no sequestro e extorsão de pai de prefeito têm prisões mantidas; mulher é liberada
A juíza Janaína Cristina de Almeida, da Vara Única de Arenápolis, manteve a prisão de  Alice Estefane dos Santos, 24 anos, e Vitor Campos, 25 anos, por envolvimento no sequestro do pai do prefeito de Jangada (74 km de Cuiabá), Edson Meira, 57 anos, no último final de semana. Eles participaram da negociação dos valores para resgate da vítima, e receberam duas transações via PIX, totalizando R$ 2 mil.​

Leia também
Trio que negociava libertação de pai de prefeito foi preso antes da vítima fugir

Criminosos envolvidos em sequestro de pai de prefeito receberam duas transferência por Pix, aponta delegado


Além da dupla, uma mulher identificada como Beatriz Petersen de Jesus, 22 anos, também foi presa. Entretanto, durante a audiência de custódia, ela teve a liberdade provisória concedida pelo juiz da Comarca de Barra do Bugres, Francisco Ney Gaiva.

O trio foi preso antes do resgate de Edson, durante a movimentação da extorsão mediante sequestro. Segundo o delegado Gustavo Belão, da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), houve uma divisão de tarefas entre os membros do grupo criminoso. Alguns participaram da invasão na fazenda, outros ficaram no cativeiro e os presos negociavam a libertação do refém.

Dois dos presos foram detidos pela Polícia Civil em Nova Marilândia (250 km de Cuiabá), enquanto a terceira suspeita, uma das mulheres, foi identificada e presa em Nova Olímpia, após receber uma transação de R$ 1 mil em sua conta bancária.

Os criminosos começaram a exigir a quantia de R$ 70 mil, mas somente R$ 2 mil chegaram a ser transferidos por meio do Pix. Foi apontado que, independente do valor, cada um receberia cerca de 5%.

O caso

Edinho Meira, pai do prefeito de Jangada, Rogério Meira (PP), foi resgatado pelos policiais da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) durante a noite de domingo (22). 

Ele havia sido sequestrado por um grupo de criminosos. A vítima foi encontrada em Nossa Senhora do Livramento. A polícia está apurando as circunstâncias do crime. A Polícia Civil informou que Edson foi dopado pelos criminosos, que exigiram a quantia de R$ 70 mil para resgate.

Segundo o boletim de ocorrência, cerca de oito criminosos invadiram propriedade, que fica na BR-163, por volta das 2h, e amarraram os funcionários dizendo que queriam o senhor "Edinho". O grupo ficou algumas horas na propriedade aguardando pela vítima.

Quando Edinho chegou na propriedade, os criminosos o colocaram em uma picape Fiat Toro, mantendo a vítima como refém. Eles diziam: "você agora já era, velho".

A picape foi encontrada abandonada em Várzea Grande, sem nenhum ocupante dentro. 

A vítima conseguiu fugir do cativeiro, utilizando uma garrafa de vidro para ameaçar um dos criminosos presentes, e andou cerca de 7 km por uma região de mata, até chegar a um local, onde pediu socorro.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet