Olhar Jurídico

Sábado, 13 de abril de 2024

Notícias | Criminal

Sawi di

Gaeco deflagra operação contra organização que fraudava benefícios sociais a indígenas

Foto: Reprodução / Ilustração

Gaeco deflagra operação contra organização que fraudava benefícios sociais a indígenas
O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) desencadeou a Operação Sawi Di, nesta quinta-feira (5), em Barra do Garças, tendo como alvo associação criminosa que aliciava indígenas visando obter benefícios sociais. Os crimes supostamente praticados pelo grupo são falsidade ideológica, uso de documento falso, apropriação indébita, crimes contra a economia popular, furto mediante fraude e outras infrações penais.

Leia mais
TRF nega restituir trator apreendido durante operação da Sema

 
As investigações da força-tarefa, composta pelo Gaeco, a Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar, Polícia Penal e Sistema Socioeducativo, duraram cerca de um ano e detectou que o grupo criminoso se passava por indígenas para solicitar benefícios que eram executados via canais virtuais.
 
Obtido os benefícios, ou mesmo usando das identidades de indígenas para tal, os alvos da operação, então, realizavam empréstimos e apropriavam-se do valor, sem repassar nada aos povos originários.

As equipes do Gaeco estão cumprindo seis medidas cautelares de busca e apreensão nas cidades de Barra do Garças e em Aragarças, no Estado de Goiás. A operação é realizada em parceria com a 1ª Promotoria Criminal de Barra do Garças.

"Sawi Di", que é o nome da operação, é um termo utilizado pelos indígenas que, em uma tradução adaptada, significa amigo. No caso, materializado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, que atua na defesa dos interesses de todos, sendo uma instituição amiga da sociedade.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet