Olhar Jurídico

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Notícias | Eleitoral

‘FAMÍLIA DE MALANDROS’

Justiça cobra explicações de Amália Barros por divulgação de vídeo de Lula como ‘pixuleco’ no Instagram

Foto: Reprodução

Justiça cobra explicações de Amália Barros por divulgação de vídeo de Lula como ‘pixuleco’ no Instagram
O juiz eleitoral da 1ª Zona de Cuiabá, Luis Fernando Voto Kirche, pediu explicações a deputada federal Amália Barros (PL) sobre publicação no Instagram na qual fala que ‘família de malandros’ irá retornar ao poder caso Lula (PT) seja eleito. A decisão é desse sábado (29) e foi proposta pelo Ministério Publico Eleitoral (MPE). 

Leia Mais: 
Eleitor que filmou voto em Bolsonaro grava vídeo de retratação, trabalhará como mesário e pagará multa; veja vídeo

Conforme a denúncia, Amália divulgou um vídeo caricato com Lula como ‘pixuleco’ e diversas pessoas públicas que ocupam ou ocuparam cargos políticos ou mandatos públicos. Todos aparecem em forma de caricatura, com legenda descritiva com críticas, acompanhada de música da série Global “Grande Família”. Ao encerrar o vídeo aparecem os dizeres “Se o Lula Voltar, toda família de malandros volta junto”. 

O juiz eleitoral acatou parcialmente o pedido da procuradoria eleitoral, ao dar 24h para que Amália explique-se sobre o conteúdo do vídeo. Além disso, lavrou o auto de constatação inicial.

Em sua argumentação, Luis Fernando, explica que a justiça eleitoral deve se pautar na cautela, para não infringir a cláusula pétrea da Constituição Federal que trata da liberdade de expressão. Contudo alerta que a publicação de conteúdos na internet deve ser realizada com a menor interferência possível no debate democrático.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet