Olhar Jurídico

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Notícias | Eleitoral

FAKE NEWS

Checagem: é mentira que igreja católica em MT tenha sido fechada pela Justiça Eleitoral

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Checagem: é mentira que igreja católica em MT tenha sido fechada pela Justiça Eleitoral
Circulou nos aplicativos de mensagens um áudio afirmando que a Justiça Eleitoral teria fechado uma igreja católica em São José dos Quatro Marcos. Segundo o boato, que acusa a JE de perseguição religioso, o templo havia sido interditado devido a realização de uma vigília de oração em favor de determinado grupo político. Assessoria de Imprensa da Justiça eleitoral emitiu nota desmentindo a acusação. 

Leia também 
Liminar barra sorteio de carro prometido por prefeito em troca de votos a Bolsonaro; gestor é obrigado a se retratar


Ainda de acordo com a gravação, a ação foi motivada por manifestações, novenas e rezas promovidas por um padre da cidade, que é vizinha de Mirassol  D'Oeste - também em Mato Grosso.

Diante das notícias veiculadas em redes sociais, a 52ª Zona Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (São José dos Quatro Marcos) esclareceu que não houve qualquer decisão judicial determinando o fechamento de igrejas ou templos religiosos no Município – e nem poderia, pois, tal decisão violaria o direito à liberdade religiosa (art. 5º, VI, da Constituição Federal).

"A Justiça Eleitoral reafirma seu compromisso com a democracia, a transparência e a garantia da lisura na realização das eleições, inclusive com o combate à desinformação, recomendando sempre que os eleitores façam a checagem das informações recebidas e, em caso de Fake News, não repassarem adiante", salientou nota divulgada pela assessoria de imprensa do TRE.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet