Olhar Jurídico

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Notícias | Eleitoral

ambulâncias

Justiça suspende propaganda de Galvan com acusações sobre caso em que Fagundes foi absolvido

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Justiça suspende propaganda de Galvan com acusações sobre caso em que Fagundes foi absolvido
Justiça Eleitoral concedeu liminar nesta sexta-feira (30) determinando que Antônio Galvan (PTB) retire das redes sociais propaganda negativa em face de Wellington Fagundes (PL). Ambos os nomes concorrem ao cargo de senador no pleito de 2022.

Leia também 
Justiça nega decretar prescrição intercorrente em ação que cobra R$ 8,8 milhões de ex-governador

 
A citada propaganda em rede social trazia afirmação e questionamento: “O Wellington Fagundes é acusado de receber propina em caixa de vinho e é réu no escândalo da máfia das ambulâncias Você vota em corrupto?!”.
 
No pedido de suspensão da peça, Fagundes afirmou que a Justiça já determinou sua absolvição, não podendo ser responsabilizado pelo “caso das ambulâncias”. Caso versou sobre suposto envolvimento em fraudes de emendas parlamentares para a compra superfaturada de ambulâncias.
 
Em sua decisão, o magistrado Sebastião Arruda confirmou a absolvição e salientou que a divulgação de notícias inverídicas produz “reflexos claros no processo eleitoral” na medida em que desabonadoras e depreciativas, tendo ultrapassado os limites da liberdade de informação.
 
“Concedo a liminar vindicada, para determinar ao representado a remoção do conteúdo da postagem contida no Instagram”, finalizou.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet