Olhar Jurídico

Sexta-feira, 21 de junho de 2024

Notícias | Eleitoral

PROGRAMA ELEITORAL

Justiça determina retirada de propaganda com ataques infundados de Márcia à família de Mauro Mendes

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Justiça determina retirada de propaganda com ataques infundados de Márcia à família de Mauro Mendes
A juíza-eleitoral, Ana Cristina Silva Mendes, determinou que a candidata Márcia Pinheiro (PV), retire imediatamente propaganda eleitoral que faz ataques ao seu opositor Mauro Mendes (União). Caso a medida seja descumprida a candidata pode ser multada em até R$ 50 mil. A decisão em fase liminar, levou em conta o programa veiculada, nessa quarta-feira (21), que relaciona o enriquecimento do filho de Mendes com supostos casos de corrupção.


Leia Mais:
Juiz manda apagar página pró-Márcia que divulga fake news contra Mauro

De acordo com a juíza, acatou opedido da defesa de Mauro Mendes pois considerou que ao afirmar em seu programa, que “sempre que esteve no poder, Mauro enriqueceu muito. Veja o caso inacreditável, o dê seu filho Luis Mendes, com apenas 24 anos, Luis Mendes abriu 36 empresas durante o governo de seu pai e acumulou um patrimônio de quase 3 bilhões de reais”, faz afirmação descontextualizada e que ofende à imagem e honra do candidato Mauro Mendes Ferreira, atribuindo a ele e a seu filho esquema de corrupção para enriquecimento de sua família.

Desta forma, a juíza disse que é possível constatar que sua divulgação foi efetuada com o intuito de emitir a opinião de Márica, sem qualquer comprovação ou indicação de fonte das acusações, em flagrante desrespeito à legislação eleitoral.  “Pelo exposto, defiro o pedido de liminar, razão pela qual determino a intimação da emissora de televisão geradora do horário eleitoral gratuito, em rede, para que deixe imediatamente de veicular a propaganda mencionada”, disse em seu despacho.

Por fim, Ana Cristina alerta que caso Márcia insista na exibição dos ataques ela responderá pó crime de desobediência. Além disso, caso não retire do ar a propaganda terá que paagr multa de R$ 50 mil e ainda corre o risco de perder o direito de veicular suas propostas no programa do dia seguinte.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet