Olhar Jurídico

Sexta-feira, 21 de junho de 2024

Notícias | Política de Classe

Eleição OAB-MT

Pesquisa aponta Leonardo Campos na liderança da disputa pela OAB; confira os números

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Pesquisa aponta Leonardo Campos na liderança da disputa pela OAB; confira os números
A última pesquisa Vetor, publicada nesta manhã (25), por encomenda do jornal Folha do Estado, para as eleições da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT), aponta o candidato Leonardo Campos (“Advogar Por Todos. Liderar Pela Ordem”) na frente da disputa à presidência.


Leia mais:
TRF-1 determina afastamento de juiz e revogação de decisões em ação contra Julier

Duas modalidades foram aplicadas. Na espontânea, Campos têm a preferência dos advogados entrevistados e figura como primeiro colocado com 34% das intenções de voto. Em segundo lugar, o candidato José Moreno (“Atitude na Ordem”), com 24% da preferência dos eleitores. Fabio Capilé (“Somos Todos OAB”) segue na terceira colocação, com 19%, colado pela candidata Cláudia Aquino (“Nossa Ordem em Progresso”) com 18%. O quinto e último candidato, Pio da Silva (“OAB em Transformação – Oposição de Verdade!”) apresentou 4% das intenções de voto.

Na sondagem estimulada, modalidade em que o pesquisador apresenta os nomes dos candidatos aos entrevistados, Campos desponta novamente, com 33% das intenções de voto. Da mesma forma, Moreno segue na segunda colocação, com 23% das intenções de voto. Capilé com 20%, Claudia Aquino, 19%, e Pio se mantém com o mesmo número, 4%.

A pesquisa foi realizada pelo método quantitativo com aplicação da técnica de Survey. Foram entrevistados 518 advogados. A margem de erro é de 4,5%, para mais ou menos. A pesquisa tem um gral de confiança de 95%.

A eleição para presidência da OAB de Mato Grosso contará com 9.067 advogados eleitores em todo Estado e será realizada nesta sexta-feira (27). O evento terá cobertura completa do Olhar Jurídico.

Adendo:

A leitora do Olhar Jurídico, Ana Paula, atendou nossa produção pelo fato de a soma dos percentuais dos candidatos, de ambas as modalidades, somadas, resultam em 99%. 

Nossa produção entrou em contato com a Empresa Vetor, responsável pelos números, que por meio de sua Analista de Pesquisa, Juliana Razaboni, explica:

"A Vetor não costuma colocar casas decimais nos resultados, devido ao critério de arredondamento utilizado pelo programa estatístico que usamos, por isso a soma dos percentuais não fecham em 100%".
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet