Olhar Jurídico

Sábado, 13 de abril de 2024

Notícias | Política de Classe

Ele de novo

Prado vence eleição com 70% de preferência do MP e encabeça lista tríplice com mais que dobro dos votos dos rivais

Prado vence eleição com 70% de preferência do MP e encabeça lista tríplice com mais que dobro dos votos dos rivais
Paulo Prado venceu a eleição para procurador-geral do Ministério Público Estadual de Mato Grosso com mais do dobro dos votos de todos os outros candidatos, além de ter maioria absoluta entre os três nomes que comporão a lista tríplice, completada por Vinicius Gahyva e Edmilson Pereira. O documento será enviado ao governador eleito Pedro Taques (PDT) no dia 1º de janeiro de 2014, quem tem a prerrogativa de escolher qualquer um deles para comandar o MPE no próximo biênio.

Leia mais:
Faltando uma semana para votação e com 159 votos já efetuados, disputa pela chefia no MP já está selada

Enquanto Prado somou 147 votos, seu principal adversário, Vinicius Gahyva totalizou 68 e Edmilson obteve 66. O promotor Mauro Zaque completou a lista dos candidatos com 49 sufrágios, mas ficou de fora da lista tríplice. Caso Pedro Taques mantenha a preferência do eleitorado, Prado irá para o quarto mandato a frente da instituição.

Mantendo a tradição de ser bem votado, Prado angariou o apoio de mais de 69% dos eleitores do Ministério Público. Prado já ocupou esse mesmo cargo entre 2005 e 2009, tendo voltado a chefia no biênio 2013/2014. Nesse meio tempo, ele ainda ocupou o cargo de corregedor geral nos anos de 2011 e 2012. Nos quatro anos em que Prado ficou fora do comando, Marcelo Ferra, o qual pertence ao mesmo grupo político dentro do Ministério Público, foi o procurador Geral de Justiça.

Nos bastidores, Prado tem sido atacado por adversários para que o governador eleito se veja na necessidade de invocar a prerrogativa de escolher um nome da lista tríplice mesmo não tendo sido o mais votado. Contudo, a nova vitória por uma margem larga de votos significa a ampla aprovação de anos de gestão pela categoria.

Conforme o OlharDireto/Jurídico adiantou, Gahyva e Edmilson protagonizariam uma disputa acirrada. Gahyva venceu por uma margem de dois votos. Zaque, apesar de ter grande prestígio em Cuiabá, é pouco conhecido no interior do Estado, mas consolidou o nome para futuras disputas ao somar uma diferença pequena de votos atrás de dois dos membros da lista tríplice.

Atualizada às 18h20

Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet