Olhar Jurídico

Sábado, 20 de abril de 2024

Notícias | Eleitoral

baratinho

MPE pede reprovação das contas de deputado que pagou R$ 800 para Janete Riva ser sua cabo eleitoral

MPE pede reprovação das contas de deputado que pagou R$ 800 para Janete Riva ser sua cabo eleitoral
O juiz federal Pedro Francisco da Silva deu um prazo de 72 horas para o deputado José Domingos Fraga (PSD) entregar a Justiça Eleitoral a microfilmagem do cheque de R$ 800 que ele teria usado para pagar a Janete Riva (PSD) para ser sua cabo eleitoral nas eleições de 2014, quando ela foi candidata a governadora de Mato Grosso. Fraga também terá de apresentar documentos listados em outros seis pontos, para explicar com detalhes os gastos de campanha.

Leia mais:
Saguás Moraes tem contas reprovados pela Justiça Eleitoral; demais deputados ainda serão julgados

“O mais curioso, entretanto, é que a ex-candidata ao Governo de mato Grosso Janete Gomes Riva consta na prestação de contas como cabo eleitoral e teria ela sido contratada pelo preço módico de R$ 800 para prestar serviços por 30 dias no mês de setembro de 2014, quando já formalizada a sua candidatura”, consta de trecho do parecer do Ministério Público eleitoral, que pede a reprovação das contas de José Domingos.

A decisão de Pedro Francisco atende pedido do Ministério Público Eleitoral. De acordo com o Douglas Guilherme Fernandes, procurador Regional Eleitoral, o parlamentar não prestou conta de alguns gastos, como serviço de telefonia, bem como não detalhou alguns itens, possivelmente para camuflar irregularidades, além de ter registrado números suspeitos em outros itens, como quantidade de cabos contratados e combustível gasto.

“Evidente que o candidato omite gastos com veículos. o candidato não declarou nem mesmo os automóveis por ele utilizados para percorrer os bairros e cidades que visitou. E não há registro de corridas de táxi; moto-táxi ou vale-transporte”, diz mais um trecho. Ele também cita o fato de Fraga ter declarado a contratação de 33 cabos eleitorais e ter confeccionado 1.300 bandeiras. “É como se cada cabo ficasse responsável por empunhar, no mínimo, 39 bandeiras”.

Os seis itens, além da microfilmagem, são:



A reportagem do OlharDireto/Jurídico entrou em contato com o deputado José Domingos Fraga por celular, mas ele não atendeu ou retornou as ligações até a publicação da matéria.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet