Olhar Jurídico

Sábado, 20 de abril de 2024

Notícias | Política de Classe

preso na ararath

Defesa alega que Eder perdeu influência e solicita que ele permaneça preso em MT

Foto: Paulo Romas Godinho

Defesa alega que Eder perdeu influência e solicita que ele permaneça preso em MT
A defesa do ex-secretário de Estado Eder Moraes (PMDB) quer que o peemedebista, preso há mais de dois meses durante a quinta fase da operação Ararath, permaneça sob o sistema prisional de Mato Grosso. Para isso, alega que o antigo homem forte das gestões Blairo Maggi (PR) e Silval Barbosa (PMDB) não goza mais de influência em Mato Grosso.

Eder Moraes acompanha depoimentos de testemunhas na Justiça Federal

Em entrevista ao Olhar Direto, o advogado Paulo Lessa, que defende Moraes, alega que seu cliente é um preso comum. Além disso, adiantou que aguarada o julgamento de dois pedidos de liberdade para o peemedebista. Um no Tribunal Regional Federal e outro no Superior Tribunal de Justiça. Além de uma reclamação de competência no Supremo Trinbunal Federal (STF), que deve decidir se o processo do ex-secretario tramitará na justiça estadual ou em Brasília.

Eder acompanha hoje audiência para oitivas de testemunhas de defesa na 5º Vara da Justiça Federal. São previstas oito audiências, dentre elas, a da colunista social Karina Nogueira. Foram denunciados por crimes contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro Eder Moraes, a esposa dele Laura Dias, o superintendente do Bic Banco, Luiz Carlos Cuzziol e o ex-secretário do tesouro estadual Vivaldo Lopes.

Eder chegou cedo à Justiça Federal e ao que tudo indica, Karina Nogueira, que foi arrolada por Eder, não compareceu para o depoimento. Também são testemunhas de Eder o auditor-geral do estado José Alves Pereira, o ex-auditor José Gonçalves Botelho e o ex-procurador do Estado João Virgílio.

18h24 - O auditor-geral do Estado José Alves Pereira afirmou ao deixar a audiência que fez seu depoimento de forma autônoma, sem defender ou acusar ninguém e que respondeu aos questionamento do Ministério Público e da defesa de Eder, mas não pode esmiuçar o conteúdo à imprensa. Seu depoimento demorou mais de uma hora.

Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet