Olhar Jurídico

Terça-feira, 23 de julho de 2024

Notícias | Eleitoral

PROCESSO do PL

Juiz rejeita pedido para suspender propaganda de Kalil sobre ações de governo

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Juiz rejeita pedido para suspender propaganda de Kalil sobre ações de governo
O juiz eleitoral Wladys Roberto Freire do Amaral indeferiu pedido liminar do PL que buscava suspender divulgação de propaganda do MDB com o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, pré-candidato à reeleição.


Leia também 
PL processa Kalil e diz que prefeito tem usado propaganda do MDB para se projetar   

 
Segundo os autos, o MDB, partido a qual o representado é filiado, tem direito a propaganda partidária, tendo escolhido o mês de junho para tanto. No entanto, segundo o PL, Kalil, que é também dirigente partidário do MDB estadual, tem se utilizado da propaganda para praticar propaganda extemporânea, com promoção pessoal.
 
Conforme o PL, em sete de junho, Kalil, visando alertar seus seguidores da prática da promoção pessoal, anunciou em suas redes sociais que seria veiculada a propaganda partidária.
 
“Com o MDB Várzea Grande melhorou e melhorou muito. Melhorou com o maior investimento da história em saneamento básico. Melhorou com mais de 250 km de asfalto novo. Melhorou com a primeira maternidade pública de Várzea Grande. Melhorou na educação com reformas construções e aumento de vagas. Este é o jeito MDB de governar”, traz a propaganda com Kalil.
 
O PL requereu a concessão de medida liminar para que Kalil não mais veicule o vídeo citado. A decisão, porém, rejeitou o requerimento. Segundo julgado, a propaganda partidária traz em seu conteúdo obras e feitos no município de Várzea Grande, tendo como interlocutor o prefeito.
 
“A propaganda em discussão nesta representação apenas buscou divulgar ações de governo, voltadas a demonstrar a forma como o partido administra o município de Várzea Grande, situação que coaduna com o objetivo da propaganda partidária”, salientou o juiz.
 
Ante o exposto, indefiro o pedido de tutela antecipada de urgência vindicada na petição inicial.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet