Olhar Jurídico

Terça-feira, 23 de julho de 2024

Notícias | Criminal

Tribunal do Júri

Réu é condenado a 19 anos de prisão por matar a ex com facada no peito após prometer que lhe daria R$ 500

Foto: Reprodução

Réu é condenado a 19 anos de prisão por matar a ex com facada no peito após prometer que lhe daria R$ 500
José dos Santos Silva Conceição, vulgo “Neguim”, foi condenado pelo Tribunal do Júri a 19 anos e nove meses de reclusão em razão do feminicídio cometido contra sua ex-companheira, Andressa dos Santos Silva. Durante o julgamento, realizado nesta segunda-feira (17) em Sorriso, os jurados acolheram a tese defendida pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso de que o crime foi cometido com as seguintes qualificadoras: motivo torpe, com a utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima e em contexto de violência doméstica e familiar. O julgamento teve atuação em plenário do promotor de Justiça Luiz Fernando Rossi Pipino.


Leia também 
Fraudes, descumprimento do plano e queda no faturamento de R$ 1 bi para R$ 1.5 mi: administradora pede falência da AFG


De acordo com a denúncia do MPE, a vítima foi atraída pelo ex-companheiro mediante promessa de pagamento de R$ 500,00 e foi atingida por golpes de faca no dia 22 de outubro de 2021. O réu desferiu uma facada no peito da vítima e depois cortou o seu pescoço. Depois do crime, o réu ocultou o cadáver em uma região de mata localizada próximo ao cruzamento da Rua das Araucárias com Rua Jaime Barrichello, no bairro Morada do Bosque.

Consta na denúncia que o réu e a vítima mantiveram um relacionamento amoroso, caracterizado por términos e retomadas, em razão do comportamento agressivo do acusado, até que a vítima conseguiu dar um ponto final de vez na relação. O réu, no entanto, não aceitava o fim. Dias antes do crime, Andressa dos Santos Silva teria iniciado um novo relacionamento amoroso.

Para atrair a vítima, conforme apurado durante as investigações, o réu utilizou um perfil em um aplicativo de mensagem para entrar em contato. “Dentre as mensagens trocadas, o denunciado disse que a vítima deveria descer no mesmo lugar e que ninguém da família deveria saber. Disse ainda que lhe daria a quantia de R$ 500,00 como presente”.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet