Olhar Jurídico

Terça-feira, 23 de julho de 2024

Notícias | Civil

OMISSÃO E NEGLIGÊNCIA

Marido cobra R$ 40 milhões do Estado pela chacina que ceifou a vida de esposa e três filhas

Foto: Reprodução

Marido cobra R$ 40 milhões do Estado pela chacina que ceifou a vida de esposa e três filhas
Regivaldo Batista Cardoso e Soeli Fava Calci ingressaram ação indenizatória contra o Estado de Mato Grosso pedindo R$ 40 milhões em razão da chacina que vitimou Cleci Calvi Cardoso (46 anos) e suas filhas, Miliane Calvi Cardoso (19), Mauela Calvi Cardoso (12) e Melissa Gabriela Cardoso (10), em novembro de 2023, em Sorriso. Regivaldo era o marido de Cleci e Soeli, sua mãe. Por meio dos advogados Conrado Pavelski Neto e João Maria de Goes Júnior, eles pedem a indenização alegando omissão e negligência do Estado.


Leia mais
Feminicida que assassinou mãe e três filhas em Sorriso será inquirido em maio


“Nenhum valor será capaz de trazer Cleci, Miliane, Manuela e Melissa à vida, mas, o Estado deve ser responsabilizado para que nunca mais uma família sofra o peso de um ato negligente e omisso!”, escreveu Conrado em suas redes sociais.

O atentado foi cometido por Gilberto Rodrigues dos Anjos, feminicida que assassinou covardemente Cleci e suas filhas. Ele deverá ser submetido ao Tribunal do Júri.

O Ministério Público informou no ano passado que vai pedir a pena máxima pela chacina, cometida entre os dias 24 e 25, quando Gilberto invadiu a residência de Cleci pela janela do banheiro, com a intenção de roubar a família.

A polícia foi acionada por vizinhos das vítimas, após as quatro não serem vistas ao longo do final de semana. Ele esfaqueou três vítimas e abusou sexualmente da mãe e duas filhas. A menina de 10 anos foi asfixiada, segundo nota da Polícia.

Os corpos foram encontrados já sem vida e com ferimentos profundos, como cortes no pescoço. Depois de cometer o crime, Gilberto retornou para o terreno ao lado, onde passava a noite e trabalhava. Roupas sujas de sangue foram recolhidas dentro de um contêiner durante as investigações. Em uma sacola, o suspeito tinha guardado uma peça de roupa íntima de uma das vítimas.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet