Olhar Jurídico

Terça-feira, 23 de julho de 2024

Notícias | Criminal

NO INTERIOR

Juiz concede liberdade provisória e suspende porte de arma de sargento flagrada atirando contra base da PM

Foto: Reprodução

Juiz concede liberdade provisória e suspende porte de arma de sargento flagrada atirando contra base da PM
O juiz Moacir Rogério Tortato, da 11ª Vara Criminal de Cuiabá Especializada em Justiça Militar, concedeu liberdade provisória e suspendeu o porte de arma da sargento da polícia militar J.R.M.R., de 44 anos. Decisão é desta quinta-feira (13). Ela foi detida na noite da última terça-feira (11) após abrir fogo contra o próprio batalhão onde trabalhava, em Nova Xavantina (660 km de Cuiabá).


Leia também
Delegado não descarta atuação de grupo de extermínio em Cuiabá após morte de sargento


Segundo o magistrado, não há dúvidas de que a circunstância da afronta à ordem pública está evidenciada porque o ato partiu de uma agente da lei, de quem, diz ele, se espera muito mais equilíbrio e controle em suas condutas. 

Ele diz ainda que a periculosidade no caso está intimamente ligada ao porte da arma que pertence à corporação, e, por isso, é viável entender que a “privação desse porte torne incipiente a gravidade da ordem pública”.

“Assim, CONCEDO liberdade provisória à ora apresentada, 2º SGT PM J.R.M.R., mediante a cautelar de suspensão de seu porte de arma, que deverá permanecer depositada com seu superior”.

O caso

A sargento da Polícia Militar foi presa na noite de terça-feira (11) após atirar contra a Companhia Independente da PM em Nova Xavantina (660 km de Cuiabá). O caso foi registrado por câmeras de segurança.

As imagens mostram a sargento Jane Rodrigues Mendes, se aproximando da unidade da PM por volta das 22h33. Ela para em frente a uma viatura que está com giroflex ligado, efetua um disparo e, em seguida, caminha em direção ao prédio da Companhia.

Segundo o tenente-coronel Wendel Soares Sodré, comandante do batalhão da PM em Água Boa, a sargento estava de licença médica por motivos de saúde. O oficial informou ainda que ela teria tido uma briga com o marido no mesmo dia, e que ele teria registrado um boletim de ocorrência contra ela por um suposto disparo feito contra ele.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet