Olhar Jurídico

Sábado, 21 de maio de 2022

Notícias | Civil

junho

Justiça marca audiência em processo que ex-secretário delatado pede R$ 15 milhões de colaborador

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Justiça marca audiência em processo que ex-secretário delatado pede R$ 15 milhões de colaborador
Justiça designou para o dia oito de junho audiência em processo movido pelo ex-secretário de Fazenda, Marcel de Cursi, em face do o ex-presidente do Instituto de Terras de Mato Grosso, Afonso Dalberto. Processo de indenização é valorado em R$ 15,8 milhões.

Leia também 
Fachin mantém prosseguimento de demarcação da Terra Indígena Menkü

 
O autor narra em sua petição inicial que, em virtude da delação de Afonso Dalberto, fora deflagrada a Operação Seven, e que, por isso, o ex-presidente do Instituto de Terras deveria reparar os supostos danos patrimoniais e extrapatrimoniais sofridos pelo autor.
 
A Seven inicialmente teve como foco o ex-governador Silval Barbosa e apurou suposto esquema que teria causado prejuízo de R$ 7 milhões aos cofres públicos, por meio da compra, pelo Estado, de uma área rural de 727 hectares na região do Manso. Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), a área já pertencia ao Estado e foi adquirida novamente, com preço superfaturado.
 
Audiência deveria ocorrer no dia 10 de maio, mas foi redesignada tendo em vista que a alegação da parte requerida de que não teve tempo hábil para se manifestar sobre documentos juntados.
 
Processo, datado do ano de 2016, está em andamento na 6ª Vara Cível de Cuiabá, presidida pelo juiz Jones Gattas Dias.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet