Olhar Jurídico

Sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Notícias / Criminal

Ex-secretário apela contra sentença que o condenou a 45 anos e pagamento de R$ 99 milhões

Da Redação - Arthur Santos da Silva

12 Jan 2021 - 09:51

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Ex-secretário apela contra sentença que o condenou a 45 anos e pagamento de R$ 99 milhões
Ex-secretário de Fazenda de Mato Grosso, Eder Moraes Dias apelou contra sentença que o condenou a 45 anos de reclusão e ao pagamento de indenização no valor de R$ 99 milhões. A apelação, datada do dia 17 de dezembro de 2020, é assinada pelos advogados Fabian Feguri e Gabriel Feguri.

Leia também 
Judiciário determina diligências para averiguar denúncias sobre Baía de Chacororé, em Barão

 
Conforme o rito adotado pelo Judiciário, o recurso será encaminhado ao Tribunal Regional Federal 1ª Região. A defesa de Eder deve ser intimada para apresentação das razões de apelação.
 
Condenação de Eder foi proferida pelo juiz Jeferson Schneider, da Quinta Vara Federal em Mato Grosso. O Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF) ofereceu denúncia no ano de 2014 contra o empresário Rodolfo Aurélio Borges de Campos, sócio proprietário da Encomind Engenharia, e Eder Moraes pelos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção ativa, corrupção passiva e falsidade ideológica.
 
Segundo o MPF, o empresário do ramo da construção e Eder articularam o pagamento superfaturado em mais de R$ 61 milhões de uma dívida do Governo do Estado com a construtora Encomind.
 
Para providenciar os decretos que autorizaram o pagamento administrativo do valor devido à Encomind, Éder de Moraes, que na época era secretário de Estado de Fazenda, e o grupo político ao qual ele estava ligado receberam R$ 11,9 milhões em propina.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet