Olhar Jurídico

Sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Notícias / Eleitoral

Coligação pede retirada de propaganda de Fávaro por 'excesso' de Mendes e falta de suplentes

Da Redação - Arthur Santos da Silva

14 Out 2020 - 15:25

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Coligação pede retirada de propaganda de Fávaro por 'excesso' de Mendes e falta de suplentes
A coligação Avança Mato Grosso, encabeçada pelo candidato ao Senado, Euclides Ribeiro (Avante), propôs representação contra o programa eleitoral do também candidato, Carlos Fávaro (PSD), pedindo que a peça seja retirada do ar. Segundo os autos, há excesso de participação do governador Mauro Mendes (DEM) e problemas na divulgação dos suplentes.

Leia também 
Justiça afirma que Abílio dissemina ‘estados mentais odiosos’ e determina retirada de vídeo contra Emanuel

 
Conforme os autos, Fávaro não apresenta os nomes dos candidatos suplentes até o “último momento” de sua propaganda. No final os nomes aparecem, porém, com tamanho muito inferior aos 30% exigidos pela legislação eleitoral.
 
“Desta feita as todas as veiculações de inserções e programas eleitorais veiculados em toda rede de televisão do Estado devem ser suspensas”, afirma requerimento da coligação Avança Mato Grosso, encabeçada por Euclides.

Ainda segundo o pedido, deve haver retirada “de qualquer outra [propaganda] que não contenha o nome dos candidatos a suplentes ou que ultrapasse o limite máximo para depoimento de terceiros”.
 
No mérito, há pedido para que a ação seja julgada procedente em todos os seus termos, confirmando a liminar e declarando a ilegalidade das propagandas, aplicando multa para cada inserção veiculada.
 
A ação foi proposta nesta quarta-feira (14) e aguarda julgamento.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet