Olhar Jurídico

Quarta-feira, 15 de julho de 2020

Notícias / Geral

OAB avalia abrir processo de inidoneidade moral contra Selma Arruda

Da Redação - Arthur Santos da Silva

29 Mai 2020 - 17:00

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

OAB avalia abrir processo de inidoneidade moral contra Selma Arruda
A Ordem dos Advogados do Brasil Secional do Distrito Federal (OAB-DF) avalia abrir processo de inidoneidade moral contra a senadora cassada, Selma Arruda (PODE). Afastada do cargo por caixa 2, Selma ainda busca autorização para advogar.

Leia também
Estado consegue autorização para fiscalizar leitos de Covid-19 de Cuiabá

 
Segundo a OAB-DF, a juíza aposentada omitiu que figura em dois processos. Um deles exatamente o que gerou cassação em julgamento realizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
 
Sobre a cassação, há recursos pendentes de julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) e no próprio TSE. O segundo processo é uma reclamação disciplinar movida pelo ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT), Francisco Faiad.
 
A reclamação apurou a conduta de Selma como titular da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, local em que julgou pessoas como o ex-governador Silval Barbosa e o ex-deputado estadual José Riva. Faiad acusava a então juíza Selma de parcialidade e de usar o cargo público para promoção particular, alcançando assim a cadeira no senado. No CNJ, a reclamação já foi arquivada.
 
A OAB do Distrito Federal já suspendeu temporariamente pedido de inscrição feito pela juíza aposentada após a OAB de Mato Grosso, atualmente liderada por Leonardo Campos, ter informado sobre o envolvimento da magistrada no processos.
 
“Observa-se que toda a documentação colacionada traz uma série de informações, até então desconhecidas por esta Seccional, pois foram omitidas pela Requerente. Ao ser indagada sobre a omissão, ou de eventualmente ter feito declaração falsa a esta Instituição, alegou a Requerente que ‘pode ter se equivocado ao responder negativamente alguma indagação’ e ainda ‘não me recordo de ter havido indagação nesse sentido’”.

Cassação 

A ex-parlamentar e seus dois suplentes foram condenados por abuso do poder econômico e utilização ilícita de recursos para fins eleitorais, o conhecido caixa dois, conforme decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de dezembro de 2019. 
  
No Senado, foram cinco votos favoráveis e apenas um contrário, do senador Lasier Martins (Podemos-RS), que apresentou questão de ordem, colocando em dúvida a regularidade da reunião da comissão.  
 
Uma nova eleição em Mato Grosso estava marcada para o dia 26 de abril, mas devido ao coronavírus, a escolha foi adiada. Enquanto isso, toma posse o terceiro colocado, Carlos Fávaro. 

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jr
    29 Mai 2020 às 23:15

    Poderia curtir a aposentadoria tranquila. Só coleciona prejuízo. Para quem financiou o caixa 2, para quem perdeu o voto (enganados não foram, a campanha era baseada em fazer arminha com a mão), prejuízo com tempo gasto em julgar essas ações da senhora. Enfim, poderia fazer trabalho voluntário e tentar marcar uns pontos positivos. Desde que a conhecemos, só notícia ruim.

  • Ricardo
    29 Mai 2020 às 23:09

    Faiad, ex secretario do silval? humm

  • Igor
    29 Mai 2020 às 20:57

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Milton Vizini Corrêa Júnior
    29 Mai 2020 às 19:16

    A meu ver um despropósito! Dra Selma é ícone, façam me o favor!

  • Raimundo
    29 Mai 2020 às 18:57

    Perai, é isso mesmo? Quer dizer que omitir informações é grave, gera inidoneidade, e bater em mulher? Gera o que?

  • DAILSON SOARES DE OLIVEIRA
    29 Mai 2020 às 18:16

    Do ceu pro inferno é passo

  • LUIS HENRIQUE M OURO
    29 Mai 2020 às 17:58

    Que decadência. Tenho pena dos que foram iludidos por ela e desperdiçaram voto nela.

  • Eder
    29 Mai 2020 às 17:41

    Já tinha dito q esses sites daqui dão mto palanque pra essa senhora Foi condenada e cassada por caixa 2 (corrupção)

Sitevip Internet