Olhar Jurídico

Quarta-feira, 15 de julho de 2020

Notícias / Criminal

Redução de denúncias de violência contra crianças durante pandemia preocupa instituições

Da Redação - Vinicius Mendes

31 Mai 2020 - 14:40

Foto: Reprodução / Ilustração

Redução de denúncias de violência contra crianças durante pandemia preocupa instituições
As instituições que integram a Rede Protege em Cuiabá, que atuam na articulação intersetorial em defesa das crianças e dos adolescentes, iniciaram uma campanha para ampliação da divulgação dos canais de atendimentos às vítimas de violência, abuso sexual, entre outras práticas. A iniciativa foi tomada após constatação de que nesse período de pandemia do Novo Coronavírus houve uma redução do número de denúncias na capital.

Leia mais:
Juiz pronuncia bisavó que enterrou bebê indígena em quintal para ser julgada no Tribunal do Júri

A promotora de Justiça Valnice Silva dos Santos destaca que a suspensão do funcionamento das escolas e creches pode ter relação direta com a diminuição do número de registros. Segundo ela, grande parte das denúncias é feita por profissionais dessas unidades que convivem diariamente com as crianças vítimas de violência.

“Não sabemos se realmente está tendo esta redução porque a mãe está em casa cuidando dos filhos ou se é porque os fatos não estão chegando ao nosso conhecimento. Daí a importância da massificação da divulgação dos canais de atendimento para que toda a sociedade e a própria vítima tenha condições de denunciar”, destacou a promotora de Justiça.

Além disso, o estresse enfrentado pela população nesse momento de pandemia pode agravar ainda mais a situação de violência. A decisão em torno da realização da campanha foi tomada ontem durante reunião, por videoconferência, dos integrantes da Rede Protege. Participaram da discussão representantes do Ministério Público Estadual, Conselho Tutelar, Delegacia Especializada na Defesa da Criança e do Adolescente, secretarias municipais de Saúde, Educação e Assistência Social, Defensoria Pública e Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Canais de atendimento:

Disque 100

Disque 190 (Polícia Militar)

Conselho Tutelar: 3617-1405 / 99206-6741 (Whats App)

Ouvidoria do MPMT – WhatsApp: 99259-0913 / 99269-8113 / 99271-0792 / 99255-4681

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet