Olhar Jurídico

Terça-feira, 07 de abril de 2020

Notícias / Eleitoral

Dilmar cita coronavírus e eleições municipais para pedir no TSE mudança da janela eleitoral

Da Redação - Arthur Santos da Silva

24 Mar 2020 - 09:30

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

Dilmar cita coronavírus e eleições municipais para pedir no TSE mudança da janela eleitoral
O deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM), líder do governador e também democrata, Mauro Mendes, na Assembleia Legislativa (ALMT), realizou consulta no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para saber sobre a possibilidade de alteração do período de janela eleitoral que propicia mudança de partidos. A flexibilização, segundo o parlamentar, seria necessária levando em conta a pandemia do coronavírus. Se não ocorrer a mudança, ainda segundo o autor da consulta, pessoas que desejam mudar de partido para participar da eleições municipais em outubro serão prejudicadas.

Leia também 
Operação da PF que investiga venda de sentenças cumpre mandados em MT

 
A possibilidade saída e entrada em partidos políticos (janela eleitoral) inicia em 5 de março de e finda em 3 de abril de 2020. Segundo Dilmar, devido ao quadro grave de pandemia os filiados a partidos políticos não podem participar de nenhuma movimentação, nenhuma reunião ou qualquer outra conversa sobre assuntos relativos a saída de um partido e entrada em outro.
 
"Assim ilustres Ministros aquelas pessoas filiadas a partidos políticos que desejam sair de um partido para entrar em outro partido, não estão podendo exercer esse direito em razão da suspensão das atividades dos respectivos órgãos por conta do Coronavírus, o que vem a ferir o processo democrático brasileiro, pois essas pessoas não poderão inclusive participar das eleições de 2020 porque não conseguirão mudar de partido a tempo".
 
Na consulta, o deputado estadual sugere a adição de mais 30 dias no prazo de fechamento da janela, "permitindo assim que aquelas pessoas que desejam realmente sair de determinados partidos políticos para entrar em outros partidos e poderem disputar as Eleições em outubro de 2020, possam de fato e de direito exercerem seus direitos a disputar as Eleições democraticamente".
 
Caso seja aceita, e, portanto possível a prorrogação do prazo como requerido, Dilmar solicitou ainda que o TSE  verifique quais outros prazos terão que ser alterados.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jose
    24 Mar 2020 às 12:25

    Nao seria mais bonito pedir o cancelamento geral das eleicao.Assim acabava esta farra de Politicos nao vao fazer falta nenhuma para a população.

Sitevip Internet