Olhar Jurídico

Segunda-feira, 30 de março de 2020

Notícias / Eleitoral

Justiça ouve PRF em ação que pode cassar deputado estadual Carlos Avalone

Da Redação - Arthur Santos da Silva

17 Fev 2020 - 09:34

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Justiça ouve PRF em ação que pode cassar deputado estadual Carlos Avalone
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso marcou para o dia quatro de março audiência para ouvir um Policial Rodoviário Federal (PRF) em representação que pode resultar na cassação do deputado estadual Carlos Avalone (PSDB).

Leia também 
Justiça admite vídeo de suposta confissão como prova em ação contra Avallone por compra de voto

 
A Superintendência Regional da Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso foi notificada para autorizar a ida de um dos seus membros.
 
No caso, o deputado teve o nome envolvido em apreensão da Polícia Rodoviária Federal, no município de Poconé (100 km de Cuiabá). Segundo informações da PRF, um veículo Gol, de cor prata, foi abordado no quilômetro 560 da BR-070.

No interior do veículo, os agentes abordaram três suspeitos, que estavam com R$ 89,9 mil em dinheiro vivo, além de vários santinhos do então candidato a deputado estadual Carlos Avalone.
 
Os fatos são examinados em representação que pode resultar em cassação de diploma do parlamentar. Avalone assumiu o mandato em definitivo após o deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB) tornar-se conselheiro do Tribunal de Contas (TCE).

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cidadão
    17 Fev 2020 às 13:35

    Olha, a cada dia que passa me torno cada vez mais cético em relação a justiça dos homens. Esse deputado sempre aparece envolvido em falcatruas e corrupção mas continua mamando na teta do estado, aparecendo nas colunas sociais e participando dos governos. Ponham o nome dele no Google e tentem ler todas as reportagens e informações que aparecem, mas não se esqueçam de sentar numa cadeira confortável porque vai demorar.

  • Jose
    17 Fev 2020 às 11:25

    IH agora a chapa esquentou para o lado dele.Um policial Federal nao tem como molhar a mao.Fora que ele ja t outro processos em andamente.Vamos ver se este Tse tem gente hobesta la dentro.

  • Saulo
    17 Fev 2020 às 10:32

    Esse aí mais sujo que paude galinheiro e pasmem e o presidente regional do PSDB.

Sitevip Internet