Olhar Jurídico

Segunda-feira, 22 de abril de 2019

Notícias / Eleitoral

José Antônio Borges é nomeado procurador-geral de Justiça por Mauro Mendes

Da Reportagem Local - Érika Oliveira/ Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

03 Jan 2019 - 16:40

Foto: Mayke Toscano/Gcom MT

José Antônio Borges é nomeado procurador-geral de Justiça por Mauro Mendes
O promotor José Antônio Borges foi nomeado pelo Governador Mauro Mendes (DEM) como o novo procurador-geral de Justiça na tarde desta quinta-feira (3). O ato de nomeação aconteceu no Palácio Paiaguas e contou com a presença de membros do Ministério Público Estadual.

Leia também
José Antonio Borges Pereira derrota Mauro Curvo por um voto na disputa pelo comando do MP


Borges foi o promotor mais votado na eleição interna do órgão ocorrida em dezembro. Ele teve 138 votos, um a mais que o atual chefe do Ministério Público, Mauro Curvo.

O governador Mauro Mendes já havia dito que iria nomear o promotor mais votado, respeitando o desejo dos membros do MP e a democracia. A posse está marcada para o dia 1° de março.

“Isso é uma honra pra mim e pra nossa instituição, pelo respeito que o nosso governador Mauro Mendes tem pela instituição, e acatando nosso nome pra representar a nossa instituição nos próximos dois anos”, disse o promotor.

José Antônio Borges, 53 anos, atua na Promotoria de Justiça de Defesa da Criança e do Adolescente de Cuiabá. Afirmou que foi eleito com a proposta de renovação. "Renovar os quadros dentro do Ministério Público, dentro da administração . Naturalmente, que o hoje o Ministério Público se torna uno, o que tivemos aqui foram apenas divergências de discussões. A partir de amanhã, estaremos novamente unidos e trabalhando em prol da sociedade.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cláudia
    04 Jan 2019 às 21:21

    Lamentável! Só nos resta orar.

  • Gunther Reuter
    03 Jan 2019 às 21:52

    Uma pena. Um voto não exprimi a vontade da instituição. As gestões públicas estão indo para mãos erradas, e os poderes estão acompanhando o mesmo engodo. Tempos turbulentos estão por vir. Se a mesma excelência de trabalho estava na Promotoria da infância e juventude, a Procuradoria Geral de Justiça está fadada ao pleno e eminente fracasso de gestão desse biênio. Lamentável !!!

  • ELISABETH O MACHADO
    03 Jan 2019 às 17:24

    Merecida nomeação!!Parabéns!! Deus ilumine sua nova jornada.

Sitevip Internet