Olhar Jurídico

Segunda-feira, 22 de abril de 2019

Notícias / Criminal

Juíza marca nova audiência de instrução e julgamento do Dr. Bumbum por morte de bancária

Da Redação - Vinicius Mendes

01 Jan 2019 - 15:35

Foto: Marcos Serra Lima/G1

Juíza marca nova audiência de instrução e julgamento do  Dr. Bumbum por morte de bancária
A juíza Ariadne Villela Lopes, da 1ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, agendou para o dia 16 de abril de 2019 uma nova audiência de instrução e julgamento do médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como Dr. Bumbum, denunciado pelo homicídio qualificado da bancária mato-grossense Lilian Calixto, que morreu em 15 de julho, após uma operação estética. Uma audiência foi realizada no último dia 11 de dezembro.
 
Leia mais:
Justiça nega novo pedido de revogação de Dr. Bumbum por falta de embasamento
 
A audiência marcada para o último dia 11 de dezembro começou por volta das 19h20. Compareceram os réus Denis Furtado, a mãe dele, Maria de Fátima, a namorada dele, Renata Fernandes e a assistente do médico, Rosilane Pereira. Além disso, cinco testemunhas também participaram da audiência.
 
Dr. Bumbum permaneceu algemado durante a audiência. A defesa da namorada dele, grávida de oito meses, requereu a inversão da pauta e foi então colhido o depoimento das testemunhas presentes.
 
Ao final o Ministério Público insistiu na oitiva das testemunhas ausentes e a magistrada designou para o dia 16 de abril de 2019 uma nova audiência de instrução e julgamento.
 
O caso
 
Segundo fontes ouvidas pelo Olhar Direto, Lilian teria ido para o Rio de Janeiro fazer um preenchimento de glúteo com PMMA, no dia 14 de julho, pela manhã. Primeiramente, a cirurgia estaria marcada para acontecer em Brasília, mas foi transferida em cima da hora para o Rio. Ela trocou a passagem e foi.
 
No sábado, após o procedimento, Lilian chegou a sair do local onde foi atendida para ir jantar. Logo depois, começou a passar mal e foi hospitalizada e sofreu um mal súbito. A hora da morte foi registrada às 2h da madrugada. No entanto, o Hospital teria ligado para o telefone do responsável – uma amiga, a única que sabia que ela faria o procedimento – só doze horas depois, às 14h do dia 15 de julho.
 
Lilian foi gerente do antigo HSBC e estava, agora, à frente das contas do banco Bradesco. Natural de Barra do Bugres, ela era muito conhecida na capital. Ela deixa dois filhos. Um rapaz de 25 anos, e uma menina de 13, além do marido
 
O Conselho Regional de Medicina (Cremerj) abriu procedimento para apurar o caso. Famoso nas redes sociais, o médico possui mais de 600 mil seguidores e ofertava procedimentos de estética no Rio, em São Paulo e em Brasília. Nas redes sociais, ele é conhecido como 'Doutor Bumbum', em alusão aos procedimentos que realizava.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet