Olhar Jurídico

Domingo, 05 de dezembro de 2021

Artigos

Os benefícios da tecnologia na advocacia

                                    
 
É fato que a tecnologia tem contribuído em facilitar a vida das pessoas, e isso reflete no ambiente de trabalho. Com a chegada do vírus Covid-19, tivemos que nos reinventar diante das restrições de contato, o que tornou possível a continuidade do trabalho dos advogados por meio remoto com ajuda da tecnologia.
 
O que parecia impossível era advogar exatamente no ano de 2020 quando o comércio estava fechado e as pessoas estavam proibidas de aglomerar. A solução foi utilizar o Instagram, Facebook, WhatsApp, e qualquer outro meio tecnológico para comunicar com as pessoas e divulgar meu trabalho.
 
Apesar de uma certa descrença, resolvi apostar, e para minha surpresa, deu certo! Por meio da tecnologia, consigo angariar clientela, manter contato com os que tenho, e dar continuidade ao meu trabalho em qualquer lugar. Tendo como ferramenta de trabalho o notebook, celular e a internet.
 
 Hoje, é quase impensável não ver alguém conectado a rede social, que além de ter como função aproximar pessoas, pode ser usada no seu marketing profissional.
 
Tanto é, que o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, aprovou no dia 17/06, os artigos 1º e 2º do novo provimento sobre regras de publicidade para a advocacia, permitindo que os advogados façam lives nas redes sociais e vídeos no You Tube, além de usar outras ferramentas tecnológicas como divulgação profissional, demonstrando que as redes sociais podem ser usadas no dia a dia do advogado, como forma de apresentar ao público os seus conhecimentos.
 
Além dessas mudanças na publicidade advocatícia, a maneira na relação entre advogado e cliente também mudou. Percebi que a grande maioria dos meus clientes, entraram em contato pelo WhatsApp, enviando seus documentos por e-mail, e fechando contratos de honorários mesmo sem estarmos presencialmente, o que facilitou muito a nossa relação, onde consigo trabalhar de forma célere, e meu cliente consegue as informações que precisa sem sair de casa.
 
Outra contribuição importante que a tecnologia nos trouxe, foi o ingresso dos processos eletrônicos que tem contribuído em muito com agilidade do procedimento, eliminando as burocracias do processo físico.
 
Hoje, com apenas o envio de uma mensagem no WhatsApp ou e-mail para a vara onde tramita o processo do cliente, consigo impulsionar o processo, dizimando todo o percurso e gasto de tempo e dinheiro que necessitaria para ir até o Fórum, solicitar a mesma coisa.
 
 As audiências por videoconferência agora fazem parte da rotina do advogado, e traz diversos benefícios aos envolvidos, sendo: a redução de custo, celeridade nos julgamentos e até mesmo segurança, contribuindo as partes integrar em qualquer parte do país.
 
A inclusão da inteligência artificial na rotina da advocacia, trouxe simplicidade, exclusão de tarefas burocratas e repetitivas, que podem ser realizadas com alto nível de proteção e rapidez, oferecendo mais tempo ao profissional do direito. A maior vantagem é que temos  tempo hábil para elaborar teses, estratégias processuais, garantindo atendimento de excelência, cumprindo as demandas do mercado.
 
 Operar a tecnologia como meio de comunicação e ferramenta de trabalho a favor da advocacia, facilita grande parte das atividades. Dependendo tão somente de cada profissional, o aprimoramento ao lidar com essas novas ferramentas, e o bom desempenho em suas demandas.
 
Apesar de algumas queixas de colegas quanto a “ineficiência da tecnologia” na advocacia, clamando pela volta do antigo sistema arcaico de atendimento que outrora era utilizado, não tenho a reclamar dos procedimentos online, pelo contrário, só elogios a fazer. Por mais que a pandemia trouxesse vários problemas, com o caos, houve o enfrentamento para  soluções. E a tecnologia está aí, renovando o modo de trabalhar dos advogados, facilitando a vida dos clientes.

 
Regiane Freire – advogada especialista em Direito Processual Civil.
 
 
Sitevip Internet